Picture
O quase mítico Queen Mary 2 está prestes a embarcar numa grande viagem mundial de 99 dias, que o levará a 33 portos que se espalham por quatro continentes, um cruzeiro que promete deixar os passageiros admirados com a beleza do planeta.

A partida está marcada já para amanhã, 10 de janeiro, às 20:00, e Southampton será o ponto de partida para um cruzeiro que levará os hóspedes a locais de imersão no destino e a alguns raros portos que geralmente não recebem muito movimento de navios de cruzeiro. A primeira escala é em Lisboa, no dia 13, com o Queen Mary 2 a seguir para Messina, Itália, Haifa, Israel e atravessar o Canal de Suez antes de chegar a Aqaba, Jordânia, Dubai, Emirados Árabes Unidos, Muscat, Omã, Colombo, Sri Lanka, Phuket , Tailândia, Ilha Pulau Penang e Klang, Malásia, Singapura, Saigon e Nha Trang, Vietnam, Hong Kong, Bitung, Indonésia e Darwin, Austrália, para encerrar fevereiro. Ainda na Oceania, Airlie Beach, Brisbane, Sydney, Melbourne, Adelaide, Margaret River e Fremantle esperam o Queen Mary 2 até meados de março, com Port Louis, Maurícias e Saint-Denis, na Ilha da Reunião, os próximos portos na lista. Uma vez no continente africano, o navio estará em Durban, Port Elizabeth e pernoitará na Cidade do Cabo, África do Sul, escalando ainda em Walvis Bay, Namíbia e finalmente em Tenerife, Ilhas Canárias, Espanha e Funchal, Ilha da Madeira, Portugal, antes de sua chegada final a Southampton, no dia 18 de abril.

A partida do Queen Mary 2 para a Cunard Grand World Voyage de 2020 acontece logo após o navio celebrar o 16º aniversário desde o dia em que foi batizado por sua majestade, a Rainha Elizabeth. A Grand Voyage pode ser dividida em segmentos, e havia uma opção que permitia aos passageiros embarcar em Nova York dias antes, já que o Queen Mary 2 navega da Big Apple para Southampton antes de sair para esta semi-circum navegação.