Picture
A conhecida empresa de navios de cruzeiro Pullmantur Cruceros, parte do grupo Royal Caribbean, acaba de declarar insolvencia, isto após ter sido anunciado há cerca de u mes que os navios entrariam em cold lay-up, isto é, que ficariam atracados em portos com um número de tripulantes esquelético, apenas estritamente necessário.

Agora, com a entrada em insolvencia, fez-se saber que, segundo informação de bordo dos navios Monarch e Sovereign, relata-se que tudo o que é de valor está a ser retirado dos navios, o que sugere que estes não deverão continuar na frota da Royal Caribbean. Além do Sovereign e Monarch, a Pullmantur detém o Horizon, que se encontra atualmente ao largo da Índia, em missão de repatriamento de tripulação de várias companhias do grupo.

"Embora tenha havido grande progresso da companhia em 2019, e apesar do seu melhor esforço por parte dos seus empregados, os 'ventos' causados pela pandemia são demasiado fortes para a Pullmantur conseguir ultrapassar sem entrar em insolvencia" pode ler-se num comunicado por parte dos diretores. A companhia fez saber que aqueles que já tinham passagens marcadas para os seus navios terão a hipótese de navegar noutras companhias do grupo Royal Caribbean, incluindo a própria Royal Caribbean International e a Celebrity Cruises. Mais se informa que mais detalhes serão informados num futuro próximo. Em relação à tripulação ainda abordo dos navios, a Pullmantur vai encarregar-se de os levar a casa. A companhia tinha ainda prevista a entrada ao serviço de um novo para 2021, o atual Grandeur of the Seas.