Picture
O navio de cruzeiros Monarch chegou hoje, 13 de julho, ao final da tarde/início da noite (hora local) a Aliaga, na Turquia, onde será desmantelado. O navio passou por todo um processo nos dias mais recentes, e chega assim a Aliaga com menos de 20 tripulantes abordo.

O navio passou os últimos dias atracado em Malta, mais precisamente no porto de Marsaxlokk, onde foram desembarcadas as últimas mercadorias de valor e/ou de alto peso que interessavam ao grupo Royal Caribbean, então detentor da Pullmantur, agora insolvente, manter. O Monarch seguiu rumo no dia 11, para se posicionar a cerca de 30 milhas a oeste de Aliaga, onde passou cerca de quatro horas fundeado em alto mar, ao lado do Celebrity Infinty, da Celebrity Cruises - parte do grupo Royal Caribbean -, onde foram transferidos os últimos membros da tripulação, já por si esquelética, que ainda se encontravam abordo do Monarch. Assim, abordo ficaram apenas aqueles estritamente necessários para levar o paquete até ao sucateiro turco, que poderá ter perante si tempos sem precedentes, com vários navios de cruzeiro possivelmente a fazerem "fila" para serem desmantelados na Turquia.

Também o Sovereign deverá ter como destino a sucata de Aliaga. Este encontra-se atracado em Marsaxlokk - de onde saiu o Monarch na sua última viagem - em processo de desembarque de mercadorias, e terá semelhante rumo já nos próximos dias. Estes serão os maiores navios de cruzeiro a alguma vez serem desmantelados em Aliaga. O próximo na "linha de corte" poderá ser também o Carnival Fantasy, que, segundo relatos oficiais dos portos de Curacao, já estará a desembarcar mercadoria, e já terá planos de rumo ao porto de Izmir, precisamente nas proximidades de Aliaga. Também em situação semelhante poderá estar o Horizon, atracado de momento em Piraeus, conforme reportado por nós recentemente.