Picture
O Arcadia esteve hoje (10 de Janeiro) no Funchal, ilha da Madeira, o seu último porto europeu nos próximos tempos.

Com 1929 passageiros e 866 tripulantes a bordo, o Arcadia iniciou a sua volta ao mundo em Southampton há quatro dias e segue agora com destino a Castries, St. Lucia, onde deve chegar no próximo dia 16 de janeiro. Aruba é o seguinte porto, pouco antes de entrar no Canal do Panamá e depois de visitar os portos mexicanos de Huatulco e Cabo San Lucas. As pernoitas em San Francisco e Honolulu, Hawai, devem ocorrer nos dias 29 de janeiro e 04 de fevereiro, respectivamente.

O itinerário toma um rumo muito exótico, com a Ilha de Samoa, Upolu, à espera do Arcadia a 11 de fevereiro, antes de uma escala em Lautoka (Ilhas Fiji), Port Vila (Vanuatu), Nuomea (Ilha Grande Terre, Nova Caledônia), pernoita em Sydney, Brisbane e Yorkeys Knob (esses dois últimos em Queensland, na Austrália). Rabaul na Papua Nova Guiné será o primeiro porto de março, seguido por Kagoshima e Nagasaki (Japão), pernoita em Hong Kong (China), Da Nang (Vietnam), pernoita em Singapura, Kuala Lumpur (Malásia), Pulau Langka (Malásia ), Colombo (Sri Lanka), Mumbai (Índia), pernoita em Dubai e finalmente Muscat (Omã) para encerrar o mês. Abril começa então com uma travessia interessante pelo Canal de Suez (a 6 de abril) e escalas em Limassol (Chipre), Haifa (Tel Aviv, Israel) e finalmente Cádiz (Espanha) antes de terminar o cruzeiro em Southampton no dia 16 de abril.

Construído por Fincantieri em 2005, o Arcadia tem 289,8 metros de comprimento e 32,2 metros de largura. Quando construído, era a largura máxima exata que um navio de cruzeiro poderia ter para transitar pelo Canal do Panamá. Recentemente, o canal foi ampliado, permitindo a passagem de navios ainda maiores.